COMPONENTE CURRICULAR

Componente Curricular
MUSA78 - HISTÓRIA DA MÚSICA II
Carga Horária - Total: 51 horas  
TeóricaPráticaEstágioDepartamentoSemestre Vigente
5100Composição, Literatura e Estruturação Mu2009.1
Ementa
A música ocidental e sua sociedade a partir do Renascimento (c. de 1450) até o final do Barroco (c. de 1750). Principais acontecimentos históricos que proporcionaram transformações nas artes e em especial na música. Reflexão sobre os aspectos da música e sua característica temporal. Música e sociedade. Audição comentada de música das diversas fases dos períodos históricos mencionados, seus instrumentos e execução.
Programa
Objetivo
Não há Objetivo cadastrado
Conteúdo
1 - Aspectos históricos: o renascimento nas letras e nas artes; a reforma religiosa ( a reforma e a contra reforma ). A arte renascentista e a música. Característica do estilo composicional. 2 - A polifonia imitativa e os compositores da escola franco-flamenga de c. 1450 até de c. 1550 ( Ockeghem, Obrecht, des Prés, Isaac, Mouton, Arcadelt ). 3 - A música vocal polifônica e a música instrumental: a nova corrente do século XVI. Principais compositores ( Gombert, Clemens, Willaert, Lassus, Palestrina ). 4 - O renascimento musical na Inglaterra ( madrigal elisabetano e virginalista (, Península Ibérica ( vilancicos, deferenciais, tientos e música para órgão ), França ( a canção descritiva e a suite instrumental ), Alemanha ( a reforma, os hinos e corais luteranos ) e a Itália ( a contra reforma e a polifonia religiosa ): principais compositores e composições. Panorama do renascimento na América Latina: o renascimento no Brasil: A Companhia de Jesus ( Inácio de Loyola ). 5 - Música instrumental (as danças renascentistas e seu aspecto social ). Os instrumentos renascentista e suas famílias. As formas da renascença ( missa paródia, vilancicos, madrigal, canzona, ricercar, tocata, variações, fantasia, prelúdio ). 6 - Transição para o período barroco: os madrigalistas Gesualdo e Monteverdi. O stile antico e moderno de Monteverdi. 7 - A Ópera e o advento do barroco: a Camerata Florentina. O estilo recitativo acompanhado ( bel canto ) e o stile representativo. 8 - As novas formas musicais do barroco: a música vocal ( ária, oratório, paixão, coral, cantata ), a música instrumental ( abertura, suite, sonata, concerto, chaconne ) e a música vocal-instrumental (fuga ). 9 - A prática interpretativa e as escolas de ornamentação ( italiana, francesa, alemã e inglesa ). A teoria dos afetos. Critérios de afinação. 10 - O desenvolvimento da luteria e o consequente desenvolvimento da orquestra barroca. 11 - A música religiosa e a música profana. 12 - Barroco inicial, alto barroco e barroco tardio: principais compositores e composições. 13 - Panorama da música barroca no Brasil: a Modinha e a influência da ária italiana.
Bibliografia
CANDÉ, Roland de. História Universal da Música. 2 vols. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1994. //////// COSTA, Clarissa L da. Uma Breve História da Música Ocidental. São Paulo: Ars Poetica, 1992. //////// DUFOURCQ, Norbert. Pequena História da Música. Tradução de Maria Bárbara Palla e Carmo, e Carlos Aboim de Brito. Lisboa: Edições 70, 1994. //////// GROUT, Donald J.; PALISCA, Claude V. História da Música Ocidental. Tradução de Ana Luisa Faria. Lisboa: Gradiva, 1994. //////// LOVELOCK,William. História Concisa da Música. Tradução de Álvaro Cabral. São Paulo: Martins Fontes Editora, 1987. //////// STEHMAN, Jaques. História da Música Européia das Origens aos nossos dias. Tradução de Maria Teresa Athayde. 2ª ed. Lisboa: Livraria Bertrand, 1979. //////// DART, Thruston. Interpretacion de la Música. Traduzido por Nilda G. Vineis. Buenos Aires: EDitorial Victor Lerú, 1978. //////// DONINGTON, Robert. The Interpretation of Early Music. London: Faber and Faber, 1979. /////// ________. A Performer's Guide to Baroque Music. London: Faber and Faber, 1978. /////// MOORE, Douglas. Guia dos Estilos Musicais do Madrigal à Música Moderna. Tradução de Teresa Louro Perez. Lisboa: Edições 70, 1991. /////// RAYNOR, Henry. História Social da Música da Idade Média a Beethoven. Tradução de Nathanael C. Caixeiro. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1981. ///// SICHEL, Edith. O Renascimento. Tradução de Iracilda M. Damasceno. 3ª ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1977. /////// TAPIÉ, Victor-L. O Barroco. Tradução de Armando Ribeiro Pinto. São Paulo: Editora Cultrix, 1983.


Lista de Turmas
Náo há oferta de turmas para o semestre.